9.1.08

Polícia do fumo

Contribuindo para a histeria nacional sobre a nova lei de tabaco e apesar de, pesem embora alguns exageros, a lei chamar a atenção para alguns aspectos importantes, parece-me totalmente descabido pôr a polícia a responder a chamadas e a controlar o seu incumprimento.
Num país em que, a maior parte das vezes, os agentes da polícia são demasiado raros, penso que estes terão tarefas bem mais importantes a desempenhar...

2 comentários:

Manuel Barros disse...

Talvez seja um exagero. Mas alguém tem de fiscalizar. Porque se a lei existe deve ser efectivamente cumprida.

Pedro C. Azevedo disse...

Concordo que, obviamente, uma lei para existir verdadeiramente tem de ser fiscalizada.
Transfira-se essa fiscalização para outras entidades, como a polícia municipal, onde ela existir, por exemplo. O que não me parece minimamente sensato é que a PSP ou a GNR andem a responder a chamadas telefónicas para autuar fumadores.