24.6.06

A grande revelação deste Mundial

Sem querer reinvindicar qualquer mérito pela descoberta, até porque já tinha sido avisado por um dos colegas deste blogue, o João Pedro Martins, e por uma crónica de Tavares Telles, a grande revelação do Alemanha 2006 é, sem dúvida, André Vilas Boas, o fiel espião de Mourinho, no FC Porto e no Chelsea.
Explica-nos, como poucos, o que está por detrás das fintas e dos golos que fazem levantar os estádios, sem complexos de inferioridade intelectual e sem tiques de mestre de uma qualquer ciência oculta.
E como o bom filho à casa torna...

2 comentários:

red angel disse...

viva o mundial viva portugal

Joao P Martins disse...

É daqueles que não têm medo de falar antes dos jogos, sem precisar de se refugiar em trivialidades.
Que eu tivesse lido, tinha-se antecipado à FIFA na nomeação de dois jogadores melhores em campo nos seus dois jogos seguintes: Anatoly Timouschk da Ucrânia e Maxi Rodriguez da Argentina.
Mas basta ouvi-lo um bocado para se perceber logo a diferença de quem sabe do que fala. A sério.